SSH Secure Shell

    Código QR para este tuto

Este artigo visa explicar o que é e como funciona o protocolo SSH – Secure Shell. Destina-se a utilizadores iniciantes de sistemas Linux e reúne as informações essenciais para compreender o funcionamento deste protocolo, aplicações possíveis e clientes SSH disponíveis consoante o sistema operativo.


imagem
SSH é uma Sigla muito comum em sistemas Linux. Refere-se a Secure Shell. Trata-se de um protocolo de segurança que permite estabelecer ligações seguras entre duas máquinas remotas e executar comandos ou funções na máquina remota, como se estivéssemos a utilizá-la diretamente.
Por “ligações seguras” neste caso, queremos dizer que toda a comunicação entre duas máquinas conectadas é criptografada. Isto significa que um terceiro agente que intercete a comunicação entre duas máquinas ligadas, só verá mensagens criptografadas e impossíveis de serem facilmente decifradas.

As ligações entre duas máquinas remotas podem ser feitas através da linha de comandos ou de outros aplicativos. Na imagem seguinte vemos um exemplo de uma sessão SSH estabelecida no Terminal Linux.
imagem

Esta é uma ferramenta amplamente utilizada por Administradores de Sistemas Linux, precisamente por fornecer uma forma segura de administrar sistemas remotos como são os servidores Web na nuvem ou em data center distantes.
Detalhe:
O SSH foi desenvolvido em 1995 por Tatu YIlonen na sequência de um incidente de pirataria informática que ocorreu na Helsinki University of Technology, Finlândia. O Protocolo tem vindo gradualmente a aumentar a sua reputação, sobretudo devido à crescente insegurança da World Wide Web.


Para utilizarmos o Protocolo SSH precisamos de um Cliente SSH. Consoante o Sistema Operativo que utilizamos, os clientes de SSH variam. Os utilizadores de Linux não precisam de se preocupar com este aspeto uma vez que todos os sistemas Linux já trazem incorporado cliente SSH.
Para os utilizadores de outros Sistemas Operativos, existem clientes SSH distintos. Nos Sistemas da Mac o cliente SSH vem instalado por padrão com o OS X. Encontramos a aplicação em Finder -> Applications > Utilities . Caso sua versão Mac não tenha este cliente SSH, pode utilizar a aplicação ITerm2. Os utilizadores de Sistemas Operativos Windows não têm um cliente SSH nativo, contudo, podem utilizar um programa chamado PuTTY.

Atualmente os clientes de ligações FTP como o Fillezila ou SCP utilizam o SSH para criptografar as ligações remotas a servidores. Passamos assim a falar em SFTP, ou seja, Secure File Transfer Protocolo ver SSH, em vez de apenas FTP.

Ficamos por aqui neste artigo onde tentámos dar, de forma sucinta, uma visão geral sobre o que é e como funciona o protocolo SSH.

Esperamos que tenha gostado.

Divirta-se!
A equipa Linuxando.

Curtir este comando!
7 curtiram
Dica Linuxando

Pesquisa recursiva de arquivos de acordo com sequência de letras:

[root@linuxando] >_

ls -R *gato*


Submetido por Virginio

3 curtiram
Curtir!Ver nova dica
imagem

12 curtiram
Curtir!
Receber uma dica linux agora
Receba dica agora
logo!

29 curtiram
Curtir!
termos e condições | contato | 2019 Designed and developed by WebAzores .:. © All Rights Reserved.
Receber dica Linux por SMS agora
Brasil
Portugal
No Brasil envie SMS para o número 49602 com a palavra

FOR2 LINUX DICA

Custo R$ 1,99 + tributos

Ao enviar a mensagem, por favor aguarde a confirmação do pagamento e evite enviar a mesma mensagem diversas vezes. Lembre-se de sempre pedir autorização de um adulto antes de realizar a compra. As transações podem custar R$ 1,99 + tributos, R$ 4,00 + tributos ou custa R$ 9,99 (R$ 6,99 + tributos).Instruções para a utilização do método de pagamento Pagamento Celular da Fortumo: http://fortumo.com/btc. R$ 1,99 + tributos, R$ 4,00 + tributos - Serviço disponível para as operadoras CLARO, OI, TIM e VIVO. R$ 9,99 - Serviço disponível para as operadoras CLARO, OI e VIVO.
×